3/7 - JHSF, Duratex, Locaweb, BrasilAgro e Wilson Sons lideram em Valor aos Acionistas

Nessa semana o Ibov cresceu 3,1% (para 96.765 pontos) e o real valorizou 3,1% em relação ao dólar (para R$5,31), enquanto o Índice de Volatilidade - VIX reduziu significativos 20,3% (para 27,68). As empresas BrasilAgro, Arezzo, Renner, Duratex e JHSF ficaram entre os TOP 10 destaques positivos pela grande redução dos respectivos Gaps de Valor iQ (GViQ), ou seja, adicionaram mais VALOR aos seus ACIONISTAS. Em termos de Índice de Valor iQ (IViQ), Sinqia, Moura Dubeux, Dimed/Panvel e Wilson Sons cresceram significativamente em relação aos pares.

O gráfico jacaré evidencia os movimentos do GViQ que propiciaram adição ou diminuição de valor aos investidores no período de 26/6 a 3/7.


Gráfico Jacaré (Vai tourinho!!)

Adição e Diminuição de Valor aos Acionistas (26/6 a 3/7)

Em termos de redução ou aumento de GViQ, as companhias Sinqia (+15,7pp), BrasilAgro (+14,2pp), Arezzo (+11,6pp), Renner (+11,3pp), Duratex (+10,9pp), Marisa (+10,4pp), Grendene (+10,2pp), JHSF (+10,1pp), Cosan (+8,2pp) e Banco Inter (+8,1pp) foram os destaques positivos dessa semana, enquanto Mitre (-17,4pp), Telefônica (-14,6pp), Equatorial (-14,1pp), Omega (-13,3pp), Yduqs (-12,2pp), Energisa (-10,7pp), Taesa (-10,5pp), Rumo (-8,9pp), Suzano (-7,6pp) e Even (-6,6pp) foram os destaques negativos do período.

Quatro empresas merecem destaque nessa semana pelo crescimento significativo do seu IViQ: Sinqia (+67%), Moura Dubeux (+65%), Dimed/Panvel (+52%) e Wilson Sons (+39%). Em termos de crescimento do market cap os destaques foram: JHSF (+34%), Moura Dubeux (+29%), Sinqia (+26%) e Dimed/Panvel (+24%).

Heat Map de Valor e Gaps

Setores que Ganharam/Perderam do Ibov e Valor a Capturar aos Acionistas (3/7)


O comportamento das companhias em termos de adição ou perda de valor aos investidores fica evidenciado nos indicadores IViQ e GViQ (que expurgam os movimentos gerais de alta e baixa no preços das ações). Os segmentos que mais ganharam do Ibov (+3,1%) nessa semana foram Real Estate Média-Alta (+13,7pp), Real Estate Econômico (+7,7pp), Tecnologia (+7,4pp) e Educação (+5,8pp), enquanto os que mais sofreram foram Saúde (-4,8pp), Seguros (-4,4pp), Mineração & Metais (-3,2pp) e Papel & Celulose (-2,6pp). Merecem destaque:

1) Vestuário & Calçados: a Alpargatas continuou na liderança desse segmento com o maior IViQ (28,99) em 3/7, um decréscimo de -19% em relação a 26/6, enquanto seu market cap cresceu 1,6% (para R$15,8 bilhões), aquém -1,5% em relação a evolução do Ibov (+3,1%). Todas as demais empresas desse segmento superaram a Alpargatas em adição de valor aos acionistas, e reduziram os respectivos GViQ em relação à empresa-estrela, com as diminuições mais relevantes para Arezzo (11,6pp), Renner (11,3pp) e Marisa (10,4pp). Atualmente, não estão no “bolso dos respectivos acionistas” do setor de Vestuário & Calçados um montante de R$42,7 bilhões em potencial de valor de mercado, equivalente a 54% do total corrente das 11 empresas integrantes. O conjunto dessas companhias perdeu -1,2pp em relação ao desempenho do Ibov (+3,1%) no período.

2) Properties & Shoppings: a São Carlos manteve-se na liderança desse segmento com o maior IViQ (1,94) em 3/7, um crescimento de +2,1% em relação a 26/6, enquanto seu market cap cresceu 1,0% (para R$2,2 bilhões), aquém -2,1% em relação a evolução do Ibov (+3,1%). Todas as demais empresas desse segmento superaram a São Carlos em adição de valor aos acionistas, e reduziram os respectivos GViQ em relação à empresa-estrela, com as diminuições mais relevantes para Multiplan (7,3pp), CCP (6,9pp) e LOG CP (6,4pp). Atualmente, não estão no “bolso dos respectivos acionistas” do setor de Properties & Shoppings um montante de R$17,8 bilhões em potencial de valor de mercado, equivalente a 37% do total corrente das oito empresas integrantes. O conjunto dessas companhias ganhou +3,0pp em relação ao desempenho do Ibov (+3,1%) no período.

O gráfico radar posiciona as 165 empresas agrupadas em 23 setores. As companhias-estrela, que possuem o maior Índice de Valor iQ (IViQ), encontram-se na linha de 100% do seu market cap potencial para 3/7. As demais companhias estão localizadas em suas respectivas percentagens potenciais de seus market caps. Nessa semana, BrasilAgro, Duratex, TIM e Eneva assumiram a posição de empresa-estrela nos respectivos segmentos.


Gráfico Radar

Percentual do Market Cap Potencial e Valor aos Acionistas (3/7)


MATERIAIS DE APOIO PARA MELHOR ENTENDIMENTO DA ANÁLISE:


1) Planilha completa com cálculos e gráficos (radar, jacaré e heat map) base 3/7/2020: https://docsend.com/view/ak8kjc5ktcqskt4w


2) Analista e sócio da Geribá demonstra (vídeo) como “zerar” o Gap de Valor e qual o racional do preço potencial da ação: https://www.mzinsight.com/post/analista-demonstra-como-zerar-o-gap-de-valor-de-empresas-listadas-na-b3


3) Relatório Resumo 3/7/2020 para Conselheiros de Administração (165 empresas): https://docsend.com/view/mbkk6vcgfp8sc98k


Comentários, dúvidas, sugestões, inclusão de empresas? Escreva para a gente no e-mail ou WhatsApp na assinatura abaixo.


Até a próxima semana.


Rodolfo Zabisky

rodolfo.zabisky@mzgroup.com

+55 (11) 98591-9685


Ressalva: os indicadores e gaps aqui apresentados têm por finalidade prover informações ao mercado em geral e não representam recomendações para e/ou solicitações de compra e venda de qualquer valor mobiliário. Eles são baseados unicamente em informações públicas (sites CVM e B3, sites de RI das companhias e sites que disponibilizam estimativas de preço alvo de analistas) estando, portanto, sujeitos a mudanças.

350 visualizações

© 2020 MZ Insight - Valor, Reputação e Propósito

Todos os direitos reservados

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Twitter